terça-feira, 21 de abril de 2009

O SAPATEIRO




Entalha a madeira
da profissão esquecida
muito nela cortou,
muito nela bateu
até pra conta serviu,
calculadora da vida
agora deixo este registro,
como minha despedida.
(ao meu Avô Neri Rossi in memorium)

2 comentários:

J. Bittencourt disse...

bela homenagem !!!
bom trabalho!

Maria José Speglich disse...

Interessante!
Hoje acordei lembrando de um sapateiro lá da cidade em que morava quando criança.

Um abraço!