terça-feira, 20 de janeiro de 2009

"CARRO-BOMBA"


suicida é o homem

que morre pra matar

sua sede de sangue

não pode saciar

é maior que o medo

é dor

é apelo

é certo do erro

é morrer

em desespero

2 comentários:

Érika disse...

Que fascínio o meu por essas obras de arte e essas palavras corridas. Grandíssimo trabalho, parabéns.

O pintor de ossos disse...

Obrigado Érika! legal que gostou! Em breve novas postagens.